Foto do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa

Centro Olímpico:
uma oficina de campeões

Criado através do Decreto 12.593, de fevereiro de 76, e posteriormente regulamentado pela Lei 10.255, de 23 de dezembro de 86, o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa atingiu plenamente os objetivos propostos, contribuindo para o aperfeiçoamento de atletas com grande potencial. Muitos deles atingiram as seleções regionais e nacionais e até participaram de olimpíadas.

Foto da piscina do Centro Olímpico

O Centro Olímpico funciona como uma oficina de campeões, desenvolvendo o potencial dos atletas que se destacam nas diferentes modalidades olímpicas em qualquer das unidades esportivas da Secretaria de Esportes, nas escolas municipais ou clubes. Para começar os treinamentos, esses atletas devem passar por uma avaliação técnica.

Foto da quadra poliesportiva do Centro Olímpico

Passaram pelo Centro Olímpico atletas como Hortência, Marta, Cadum, Silvio, Wagner (basquete); Montanaro, Amaury, Paulo Rogério Pesão, Ivonete e Fofão (vôlei); Adauto Domingues, Paulo Corrêa, Angélica, Wilson Davi (atletismo); Chiquinho de Jesus, Jayme Sodré, Peter Venâncio, Sidney Dal Rovere (boxe); Kitti, Reinaldo Calinsque, Margarete Massae e João Vicente (ginástica olímpica); Ricardo Prado e Cláudio Kestener (natação).

Foto da quadra poliesportiva do Centro Olímpico

Além do acompanhamento diário da saúde dos atletas, o departamento médico faz a avaliação física usando os métodos mais atualizados que existem. O departamento médico do Centro Olímpico dá atendimento também aos atletas das seleções paulistas e brasileiras. Com uma área construída de 10 mil metros quadrados, o Centro Olímpico possui uma piscina olímpica coberta e aquecida (50X25); uma área para a prática do judô, Foto de uma aula de judôo Dojô, montado sobre 400 pneus de caminhão para evitar impactos, seguindo o modelo japonês; salão de ginástica olímpica; alojamentos tipo apartamento para 56 atletas; três quadras poliesportivas sendo que uma delas pode ser destinada ao handebol.

Foto de uma corrida de deficientes físicos

Na área externa localizam-se a pista de atletismo, em poliuretano, um campo de futebol, uma academia de boxe e uma sala completa de musculação. Cada uma dessas áreas é dotada de vestiários completos. O Centro Olímpico tem ainda um refeitório completo com 80 lugares, secretaria, sala de professores, diretoria, biblioteca e vestiários para os funcionários. Os atletas aprovados nos testes, só podem permanecer nos treinos se apresentarem periodicamente documento comprovando a condição de estudante ou então carteira de trabalho.

Futebol Feminino

Em março de 2000 , o Prof. Sérgio Barcellos (Serginho), trouxe o seu Projeto do Futebol Feminino para a Escola de Futebol da Secretaria de Esportes. Projeto que havia começado no C.E.E. Joerg Bruder.
Desde então, com uma estrutura melhor, o Prof. Serginho começou a recrutar novas atletas e a conquistar muitas vitórias. 

Em janeiro/2001 o time de Futebol Feminino passou a pertencer ao Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (C.O.T.P.), sob a direção de Maria Paula Gonçalves (Magic Paula).

Visite a Página do Futebol Feminino: Clique Aqui


Procuram-se Futuros Campeões Olímpicos

Na cidade de São Paulo uma criança ou adolescente com potencial para ser atleta olímpico pode iniciar-se em um esporte, treinar durante anos com toda a assistência e finalmente atingir o máximo de seu potencial sem dar um tostão de despesa para seus pais.

Este serviço - que custaria uma fortuna se fosse oferecido por uma academia particular - é prestado graciosamente pela Secretaria Municipal de Esportes, através do Centro de Treinamento e Pesquisa, no Ibirapuera, e o melhor da história é que o Centro está com vagas abertas para natação, judô, basquete, atletismo, boxe e ginástica olímpica.

Nele o atleta conta com toda a estrutura para praticar esporte: locais apropriados, técnicos especializados, assistência médica e dentária, alimentação, vale-transporte e ainda podem ser adotados por empresas, ganhando um salário para pagar os estudos.

O Centro Olímpico atende atletas oriundos dos Centros Esportivos da SEME e, havendo vagas disponíveis aqueles indicados por professores de Educação Física da rede pública de ensino, técnicos de clubes ou jovens que cheguem ao COTP por iniciativa própria.

A única exigência é que o interessado passe por teste de avaliação. As inscrições podem ser feitas pelos telefones 574-0766, ramal 251 e 549-4675.

No momento há vagas para todas as modalidades nas seguintes faixas etárias:

Atletismo: manhã e tarde - masculino e feminino de 13 a 16 anos.
Basquete: manhã e tarde: masculino (13 a 16 anos). feminino (12 a 14 anos). Altura mínima exigida: 1,80m.
Boxe: 30 vagas (já existem 70 inscritos para um total de 100 vagas). Horários: 7h30 às 11h; 14h às 18h; 18h às 20h30 - de 14 a 25 anos.
12 categorias: de mosca a super pesado.
Ginástica Olímpica: manhã e tarde - masculino e feminino de 8 a 12 anos.
Judô: manhã e tarde - masculino e feminino de 8 a 16 anos.
Natação: masculino e feminino - 8 a 14 anos (teste com os quatro estilos).
Vôlei: manhã e tarde (masculino e feminino) - 12 a 17 anos.


Menu

seme_cotp@prodam.pmsp.sp.gov.br

Portal Sampa - Toda a Prefeitura em um só lugar
Toda a Prefeitura em um só lugar.